No chão da cidade: segregação urbana da população negra na cidade São Paulo

Claudia Rosalina Adão

Resumo


A população negra, principalmente a sua juventude, é a maior vítima de homicídios no Brasil, o fenômeno se repete na cidade de São Paulo. Existe uma articulação perversa entre vulnerabilidade à morte, pobreza e raça. Nas periferias da cidade de São Paulo, onde estão localizados os distritos mais vulneráveis socialmente, há uma concentração da população negra e de violência letal. O objetivo desse artigo é demonstrar que esta articulação perversa está atrelada ao processo de segregação urbana da cidade.

Palavras-chave


Homicídios; Segregação Urbana; Raça; Território Urbano.

Texto completo:

PDF (Português (Portugal))

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



E-ISSN: 2359-1145

Centro "Paula Souza" | FATEC Itaquaquecetuba

Licença Creative Commons 2014-2018 | REGIT: Revista de Estudos de Gestão, Informação e Tecnologia

Av. Itaquaquecetuba, 711 (visualizar mapa)
Vila Monte Belo
Itaquaquecetuba - SP | CEP 08577-010